Acesso restrito CONSULTAS ONLINE

Nossa Entidade

Amarrados pelo estado ditatorial da Revolução de 1930, os comerciantes encontram no associativismo um novo caminho de representação.

  

 

Embora muito se falasse, a Revolução de 1930 pegou todo mundo de surpresa, inclusive os comerciantes. E embora tivesse alguns de seus membros junto ao Partido Liberal, a grande maioria perrepista se viu, praticamente, destronada da influência sobre o poder e de sua representatividade junto à Câmara Municipal. 

Sempre presente nas principais instituições, como o Clube Venâncio Ayres, Câmara Municipal e Loja Maçônica, tinha nesses locais seus pontos de encontro e discussão sobre os temas ligados à atividade comercial, mas já não era como antes.

Dividida pelas diferenças políticas, pelas constantes reclamações de falta de apoio em momentos críticos, surgiram as primeiras idéias de uma associação ou clube dos comerciantes, que chegaram até a se concretizar em reuniões, mas a revolução de 1932 deixou a proposta para depois.

Como a experiência de união entre comerciantes, profissionais liberais, prestadores de serviços e antigas e novas lideranças agrárias, todos descontentes com a política de Getúlio Vargas, demonstrou-se satisfatória nos tempos de guerra, estava na hora de institucionalizar uma representação do comércio, com o apoio de outros segmentos. Vivia-se o pleito para o Congresso Constituinte e o segmento já estava sendo representado. 

Mesmo com um prenúncio de democracia, as reuniões preparatórias foram realizadas com certo sigilo. Somente no dia primeiro de julho de 1933, aconteceu o anúncio oficial publicado na primeira página do jornal Tribuna Popular do dia 2 de julho do mesmo ano, que era o seguinte:

 

Associação Comercial de Itapetininga

Convidam-se todos os comerciantes e industrias desta cidade e município, sem distinção de qualquer espécie, para uma reunião que se realizará domingo, 9 do corrente, às 14 horas, num dos salões do Clube Venâncio Ayres, para a fundação da Associação Comercial de Itapetininga. Tratando-se de uma iniciativa de grande alcance, roga-se o comparecimento de todos os interessados, ainda que não sejam sócios do clube.

 

Itapetininga, 1º de julho de 1933.

A Comissão.

Candido Severiano Maia, João Barth, Constantino Matarazzo, Francisco Lisboa, Francisco Válio e José Maria.

 

  

  

<< Voltar


15 3275-8305

Rua José Bonifácio, 608
Centro - Itapetininga/SP
CEP: 18200-110

Acompanhe a ACI Itapetininga

Falecom ACI Itapetininga